terça-feira, 3 de agosto de 2010

"A parte de mim que eu ainda não conhecia" 3ª p.


O dia acabou exatamente assim, sem mais nenhuma movimentação aparente. No novo dia achei que as coisas seriam normal, como sempre, mas eu estava enganada. Coisas estranhas e sem sentido começaram a acontecer...
Sai de casa logo pela manhã e vou até a varanda esperar o onibus que me levaria até a escola, como todos os dias. Ao chegar lá fora, vejo que a vizinha loira estava vindo em direção a minha casa. Assustada, tento achar algum motivo que trouxesse ela até aqui.
- Oi Lis, sou Samy, gostaria de uma carona para a escola? Disse ela. -Pensei um pouco, mas muito sem jeito não tive outra escolha, não via nada de mal nisso.-
- É... tudo bem, quero sim. -Ao entrar no seu lindo carro verde, comecei a achar que deveria ter pensado um pouco mais.-
O caminho até a escola foi completamente silencioso, foi como se não tivesse mais ninguém naquele carro, a não ser eu. Que me deixou um pouco mais aliviada. Ao chegar na escola, foi como se eu fosse uma das garotas mais populares. Eu sabia que Samy era uma garota desejada, mais não sabia que era tanto. Só de estar ao lado dela, a atração da escola caia toda sobre mim. E dessa vez não era olhares de nojo, e sim de admiração. Logo que entrei na sala de aula, que me dirigi a minha carteira Sean logo se aprocimou também.
- Oi Lis, tudo bem? -fiquei pasma. O que teria acontecido com as pessoas dessa escola? As coisas não faziam mais sentido para mim- Já que vamos ter que sentar juntos até o final do ano, acho que lhe devo um pedido de desculpa. Ontem não foi um dos meus melhores dias.
- Tudo bem Sean, está desculpado. Nem dei muita bola para aquilo. -na verdade, só me deu medo- Espero que as coisas comecem a melhorar para mim nesse colégio.
- E elas vão Lis. Disse o garoto e sentou ao meu lado, de um jeito muito delicado ficou ali a aula inteira. Aquilo tudo não poderia ser verdade, as coisas estavam bem demais. E eu queria acreditar que elas continuassem assim. Antes que batesse o ultimo sinal, Samy já estava do meu lado a me esperar para irmos para casa. No caminho para casa o silêncio deixa de existir. - Lis, eu e Sean vamos para um Parque de diversões em Smalcity, quer ir com agente? - acho que isso não seria uma boa idéias, eles estavam muito estranhos, as coisas tinham mudado muito derepente, não queria arriscar nada. - Eu tenho umas coisas para fazer em casa, minha mãe precisa de mim essa noite, quem sabe dá próxima. - Tudo bem Lis, mas se mudar de idéia, me liga. -e colocou um bilhete com seu número em cima da minha mão. Sai do carro em direção a minha casa sem dizer mais nada. E ainda assim insistiu Samy: - Pensa bem Lis.
Na verdade pensar era o que eu mais queria. Queria entender o que estava acontecendo, de um dia para o outro muda tudo. Na verdade, eu estava com mais medo do que estava no começo. Não conseguia acreditar que assim do nada, tudo iria ficar bem para mim. Me belisquei várias vezes para ter certeza de que aquilo tudo não passava de um sonho. Mas na verdade eu queria que aquilo realmente estivesse acontecendo, eu só queria poder acreditar nisso. Tudo que eu mais queria mesmo, era deitar minha cabeça no meu travesseiro e dormir tranquila. Sem nenhum pensamento obscuro ou pesadelos indesejados. Queria acordar amanhã e a unica coisa que eu queria enxergar, era um lindo sol, olhando pela janela de meu quarto. Que era algo quase impossível, já que na cidade aonde eu moro, chove a 1 mês. Deitei na minha cama, e sem pensar muito adormeci.

texto 3, por @chaaiy

5 comentários:

  1. Continuaçããããããooo ! Pelo amor de Deus ! Ameei !

    ResponderExcluir
  2. Ain, por favor continuaaaa !!

    ResponderExcluir
  3. continuaaaaaaaaaaaaaaaaa
    #abciosa
    pf continua
    to esperando a 4 parte
    please!!!!!!!!!!!!1

    ResponderExcluir